No decorrer das nossas aulas, é inevitável os nossos alunos darem-se conta que são realmente filhos da Itália! Os costumes, as memórias de infância, uma PREGHIERA, uma cantiga de ninar, os relatos dos avós, pais e parentes sempre são relembrados e tomam nova forma e sentido ao entrarem em contato com a língua e a cultura italiana. Um gesto, uma frase dita pelo NONNO, um prato preparado para o almoço de domingo, ou para uma data especial, se transformam numa espécie de código de acesso de auto confirmação como filhos, netos ou bisnetos do velho mundo.